Ocorreu um erro neste gadget

sábado, 6 de novembro de 2010

PREFEITOS VÃO FECHAR PREFEITURAS POR CAUSA DA CONSTANTE QUEDA BRUSCA DO FPM

Convocados pela presidente da Associação dos Municípios da Região Tocantina (AMRT), a prefeita de Itinga do Maranhão, Vete Botelho, prefeitos da região estiveram reunidos na quinta-feira para discutir a situação financeira que estão vivendo em relação às finanças. No encontro, decidiram promover uma paralisação no próximo dia 17.
Participam da reunião nove prefeitos, entre eles Dioni Alves (Ribamar Fiquene), Emivaldo Macedo (Campestre-MA), Lourencio Moraes (Governador Edison Lobão), Valdivino Rocha (Montes Altos), Vanderlucio Silva (São Pedro d’Água) e Raimundo Barros (Lajeado Novo). Apenas as prefeituras de Imperatriz e Açailândia não devem fechar.
Vete Botelho informa que o movimento está sendo realizado em todo o país e começando pela região, mas pretende ampliá-lo para todo o estado do Maranhão, inclusive com a Marcha dos Prefeitos a Brasília. A drástica redução dos recursos do FPM (Fundo de Participação dos Municípios) durante todo o ano é a principal reclamação dos prefeitos, que são taxativos em afirmar que, se continuar assim, não terão condições de pagar o 13º salário. "Salário dos servidores tem sido a maior preocupação dos prefeitos da região tocantina e, por isso, faremos mobilização para não prejudicá-los", disse Vete. No próximo dia 17, os prefeitos em grupos paralisarão os expedientes nos municípios para chamar a atenção. Nas manifestações, esperam sensibilizar a população e as autoridades do governo federal. (Willian Marinho)