Ocorreu um erro neste gadget

sexta-feira, 26 de junho de 2009

MICHAEL JACKSON, O MAIOR CANTOR DE TODOS OS TEMPO


Meu Idolo, Deus permitiu sua ida................q ele descançe em PAZ!!!!!!!!!!! jamas será esquecido pela.

quarta-feira, 24 de junho de 2009

NEPOTISMO: GOVERNO ROSEANA SARNEY EMPREGA DEZENAS DE PARENTES DAS FAMILIAS SARNEY / MURAD E DE ALIADOS POLITICOS.


Não é só no Senado que a família Sarney sustenta parentes e amigos. No Governo do Estado, basta um rápido levantamento para se descobrir dezenas de parentes, resultados da união Sarney/Murad, informa o blog do jornalista Raimundo Garrone.Ainda há os aparentados de secretários de estado, como Gastão Vieira, que conseguiu nomear a irmã, a cunhada e a filha em cargos de confiança.Dos aliados políticos, como Paulo Marinho, que conseguiu empregar o filho a irmã.Dos representantes da Justiça, como o desembargador Jorge Rachid, que tem filho e irmãos em postos elevados do governo.E até mesmo de membros do Tribunal de Contas, como o conselheiro Yedo Lobão, que empregou a irmã e dois sobrinhos.Muitos dos graus de parentescos levantados pelo blog podem até mesmo escapar a súmula do STF que proibiu a prática de nepotismo no serviço público, mas não deixa de ser vergonhoso, quando se sabe que a maioria desses “empregos” é resultado de troca de favores, e poucos devem trabalhar efetivamente nos cargos a que foram nomeados.Evidente, que existem as exceções, onde embora parente, o nomeado possui competência para tal.Na lista que publicamos logo abaixo, o blog não conseguiu definir o grau de parentesco de todos os citados, e espera a contribuição do leitor para fazê-lo.Como também para corrigir algum equívoco de nomes que coloco como parente, sem necessariamente sê-lo.Há ainda outras listas, como a dos parentes do secretário de segurança, Raimundo Cutrim, que serão posteriormente publicadas, pois ainda depende da confirmação de alguns graus de parentescos.
FONTE: Leia a lista e o respctivo grau de parentesco no blog do Garrone.

SARNEY DEMITE DOIS DIRETORES DO SENADO E MANDA DISTRIBUIR RELATÓRIO COM ATOS SECRETOS E AOS JORNALISTAS


Brasília - O presidente do Senado, José Sarney, anunciou nesta terça-feira (23), em Plenário, as decisões tomadas pela Mesa-Diretora, após reunião realizada hoje. Segundo Sarney, a Mesa decidiu divulgar os atos que não haviam sido publicados nos últimos 15 anos - o que foi feito imediatamente, quando a 1ª Secretaria distribuiu aos jornalistas o relatório produzido pela comissão que investigou o assunto e um CD contendo todos os atos de 1995 a 12 de junho de 2009. Também foi decidida a substituição do diretor-geral do Senado, José Alexandre Gazineo e do diretor de Recursos Humanos, Ralph Siqueira. Seus cargos serão ocupados, respectivamente, por Haroldo Tajra e Dóris Peixoto.
O presidente disse que na próxima semana os senadores devem definir uma nova sistemática para escolha do diretor-geral. Já foram apresentados dois projetos tratando da questão: um do senador Aloizio Mercadante (PT-SP), estabelecendo um mandato de dois anos, renovável por mais dois, para o cargo; e outro do senador Arthur Virgílio (PSDB-AM), determinando que a escolha do diretor-geral deva ser referendada pelo Plenário.
De acordo com Sarney, a Mesa decidiu também solicitar ao Tribunal de Contas da União (TCU) auditoria sobre a folha de pagamentos dos servidores e sobre os contratos assinados pelo Senado. Além disso, será feita a unificação dos contracheques dos funcionários com a discriminação de todas as rubricas.
Também foi decidido revogar o ato que concedeu auxílio médico vitalício aos diretores-gerais e aos secretários-gerais da Mesa que exercerem a função por pelo menos dois anos. Esse ato havia sido editado em 2000. Por fim, foi confirmada a criação do portal da transparência, com informações sobre o que ocorre no Senado.
Relatório
A 1ª Secretaria do Senado distribuiu à imprensa cópias do relatório final sobre os atos secretos produzido pela comissão especial que investigou o assunto. Também foi distribuído CD contendo todos os boletins administrativos de pessoal (BAPs) desde 1995 até 12 de junho de 2009.
De acordo com o relatório, “a Comissão conclui que a ausência de publicação pode ter sido originada de simples falha humana, erros operacionais, deficiências na tramitação e na publicação dos atos. Todavia, o uso indiscriminado de boletins suplementares, entre os quais 312 não publicados, contendo 633 atos, que integram o presente relatório, e os demais documentos e fatos examinados pela Comissão constituem indícios de que tenha havido deliberada falta de publicidade de atos, o que recomenda a abertura imediata de sindicância visando à apuração de responsabilidade”.
Motivação
Já o senador Papaléo Paes (PMDB-AP) chamou a atenção em discurso da Tribuna para a possibilidade de o governo federal auferir ganhos eleitorais com o desvio do foco de interesse da imprensa da CPI da Petrobras para as denúncias de irregularidades no Senado.
- Acabou a CPI da Petrobras. Trabalharam muito direitinho, e acabaram com a CPI - disse o senador.
Papaléo afirmou que 87% da população queriam a instalação da CPI, observando que, se for feita uma pesquisa agora, o resultado será diferente.
- [A população] Quer ver é isso que está acontecendo dentro do Senado. Então, acabou a possibilidade de se descobrir onde existe corrupção na Petrobras para manter caixa dois para os candidatos do Partido dos Trabalhadores - afirmou.
Em seu pronunciamento, ele defendeu ainda a necessidade de implementação de uma ampla reforma administrativa no Senado, a ser proposta por especialistas em administração pública.

terça-feira, 23 de junho de 2009

SILVIO SANTOS ESTÁ DANDO GELO EM GUGU LIBERATO, DIZ JORNAL


SBT e Record parecem estar brincando de fazer trocas. Roberto Justus e Eliana já assinaram com Silvio Santos. Enquanto isso, Gugu Liberato negocia com a Record. De acordo com a coluna “Zapping”, do jornal “Agora São Paulo”, o “dono do Baú” está dando um gelo no apresentador. Além disso, Silvio teria ficado de fazer uma contraproposta, mas, até agora, nada foi feito. Ainda em negociações de mudança da Record para o SBT está o jornalista Celso Freitas. Segundo a coluna, ele passou o dia todo em reunião na Record. Na próxima semana, o âncora deveria dividir a bancada do “Jornal da Record” com Ana Paula Padrão. O olho de Silvio Santos também estaria em Ana Hickmann e a turma do “Pânico na TV”. No caso dela, o contrato segue até 2014 na Record. Já a galera do “Pânico” teve mais reuniões ontem. De acordo com a publicação, os humoristas preferem continuar na Rede TV!

VIRGILIO ACUSA AGACIEL DE CHANTAGEM E CRESCE PRESSÃO SOBRE SARNEY


BRASÍLIA - Pela terceira vez em menos de uma semana, o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), defendeu-se publicamente de denúncias envolvendo seu nome e de sua família em irregularidades e uso indevido de recursos públicos. Em plenário, o ex-presidente da República negou que a governadora do Maranhão, Roseana Sarney (PMDB), sua filha, mantivesse um funcionário da Casa como seu mordomo, no Maranhão, e reafirmou desconhecer a existência de atos secretos administrativos. A pressão de senadores a Sarney pela punição de servidores públicos e senadores envolvidos em irregularidades aumentou, mas são poucos os parlamentares que pedem que os responsáveis sejam afastados, demitidos ou que percam o mandato.
Com uma postura defensiva, Sarney não anunciou demissões nem punições a funcionários e ex-diretores do Senado acusados de corrupção. O pemedebista tentou esquivar-se de denúncias contra seu afilhado político, o ex- diretor-geral Agaciel Maia, um dos principais responsáveis pela edição dos atos secretos da Casa e, mais uma vez, quis dividir o ônus com outros senadores. " Recebi um abaixo-assinado de quase todos os senadores da Casa, pedindo que nomeasse Agaciel Maia " , disse. Ele lembrou que os outros presidentes da Casa mantiveram o diretor.
Presidente da Casa pela terceira vez, Sarney disse que " ninguém teve maior surpresa " do que ele quando soube da existência de atos administrativos secretos que permitiram a nomeação, por exemplo, de parentes seus no Senado. Na semana passada, o chefe do serviço de publicação do boletim de pessoal do Senado, Franklin Albuquerque Paes Landim, afirmou que a não publicação dos atos era ordem de Agaciel e de João Carlos Zoghbi, ambos ex-diretores indicados por Sarney. " Nunca, ao longo da minha vida, fui acusado de acobertar quem quer que seja, por maior ligação que tenha " , disse. " Julguei que eu fosse eleito presidente para usar e presidir politicamente a Casa e não para ficar submetido a procurar a despensa ou a limpar o lixo das cozinhas da Casa " .
Pouco depois que Sarney deixou o plenário, Cristovam Buarque (PDT-DF) sugeriu que o presidente da Casa se licencie do cargo por dois meses, para que as denúncias sejam apuradas. Mas sua proposta teve pouca repercussão entre os senadores. Até mesmo o líder do PSDB, Arthur Virgílio (AM), que usou ontem a tribuna do Senado para pressionar Sarney, desconversou e classificou a ideia de " ousada " .
Senadores cobraram ações de Sarney, como a demissão de Alexandre Gazineo, diretor da Casa, e medidas de combate às irregularidades. " Alguma coisa precisa ser feita " , disse Pedro Simon (PMDB-RS). " Estamos no fundo do poço " . Arthur Virgílio ocupou a tribuna ontem por quase toda a tarde para falar estava sendo chantageado por Agaciel Maia para que não continuasse com denúncias e chamou-o de " ladrão " . Hoje a direção do Senado deve definir quais as medidas serão tomadas sobre os atos secretos. O senador Heráclito Fortes deverá entregar relatório com todos os atos secretos, em reunião da mesa diretora.
O blog do jornalista Ricardo Noblat trouxe nova denúncia contra Sarney, que teria mais um afilhado político na folha de pagamento do Senado: Raimundo Nonato Quintiliano Pereira Filho.
Pereira Filho é funcionário do gabinete do senador Edison Lobão Filho (PMDB-MA). Ganha em torno de R$ 3,2 mil mensais, segundo Lobão Filho. Mas não dá um único dia de trabalho no Senado, de acordo com o blog do Noblat.
Ele é diretor da Fundação José Sarney, em São Luís. Preside ainda a Associação dos Amigos do Bom Menino, ligada à Fundação.

sexta-feira, 19 de junho de 2009

SARNEY ANUNCIA MUDANÇAS NO SENADO


Brasília - O presidente do Senado, José Sarney (PMDB), manifestou apoio, nesta quinta-feira (18), a algumas das propostas de mudanças administrativas apresentadas na véspera pelo senador Tasso Jereissati (PSDB-CE), representando um grupo suprapartidário de senadores na tarde de ontem (17). Sarney havia prometido analisar as sugestões e dar resposta na próxima semana, mas preferiu adiantar-se e declarou ser favorável a algumas delas. As demais, salientou, ainda estão em estudo.
São estas as propostas já aceitas pelo presidente do Senado: estabelecimento de uma meta de redução de pessoal; realização de sessão ordinária mensal no Plenário para estabelecer a votação de pauta (reivindicação do senador Pedro Simon); realização de sessão ordinária do Plenário para votação de medidas administrativas (tal qual a Câmara dos Deputados) e realização de auditoria externa para os contratos firmados no Senado, embora já esteja em andamento uma auditoria interna.
Sarney reafirmou que as demais propostas apresentadas a ele serão examinadas na reunião da Mesa Diretora agendada para a próxima terça-feira (23).
- Estamos examinando as demais propostas com a maior boa vontade. Na reunião da Mesa de terça-feira vamos examinar essa pauta apresentada (pelos senadores) e esses temas que acabei de ler. Vamos levar para que a Mesa possa ter oportunidade de decidir - afirmou.
O senador Arthur Virgílio (PSDB-AM) agradeceu a resposta já apresentada por Sarney e acrescentou mais duas medidas que vê necessidade de serem adotadas com agilidade: a conclusão dos inquéritos em curso sobre irregulares administrativas cometidas no Senado e punição de eventuais culpados, sejam quem forem.
- As pessoas me perguntam: é o funcionário, é o diretor, fulano, beltrano, alguém com mandato? Se ficar provado alguém com mandato ou sem mandato, que seja punido no que a lei permitir para que a Casa passe exemplos - disse Virgílio.
O presidente Sarney respondeu que as providências estão sendo tomadas e, uma vez que os inquéritos estejam concluídos, “os culpados serão punidos severamente”.
(Agência Senado).

quarta-feira, 17 de junho de 2009

PARENTE DE GENRO DE SARNEY NA ESPANHA RECEBE DO SENADO


Isabella Murad Cabral Alves dos Santos, 25 anos, vive desde o início do ano em Barcelona e estava lotada na liderança do PTB desde 2007.



BRASÍLIA - árvore genealógica dos parentes e agregados do clã Sarney com emprego no Senado não para de ganhar novos ramos. No pente-fino feito nos atos de nomeação, sejam eles secretos ou não, apareceram dois novos nomes. Depois do neto e de duas sobrinhas de José Sarney (PMDB-AP), presidente da Casa, pendurados em gabinetes de senadores amigos, surgiram uma prima e uma sobrinha de Jorge Murad, marido da ex-senadora e atual governadora do Maranhão, Roseana Sarney (PMDB).O mais novo nome da lista é o de Virgínia Murad de Araújo. Em 29 de maio de 2007, ela foi nomeada assistente parlamentar do gabinete da liderança do governo no Congresso, à época ocupada por Roseana. Seu salário, na ocasião, era de R$ 1.247. Onze meses após ter sido nomeada, ela passou a ganhar exatamente o dobro - R$ 2.494. Virgínia é filha do ex-deputado Emílio Biló Murad, primo de Jorge Murad, genro de Sarney. Ela está até hoje na folha do Senado. O Estado telefonou ontem para o gabinete da liderança. Lá, uma funcionária afirmou não conhecer Virgínia. A assessoria de José Sarney, por sua vez, assegurou que ela trabalhava, sim, para Roseana. De acordo com a mesma assessora, Virgínia está hoje no gabinete de Mauro Fecury, que assumiu a vaga de Roseana.A outra parente do genro de Sarney lotada no Senado é Isabella Murad Cabral Alves dos Santos, arquiteta, de 25 anos, que vinha ganhando salário do Senado, apesar de morar em Barcelona, na Espanha. Isabella estava lotada na liderança do PTB. Foi nomeada em fevereiro de 2007. Na época, o líder do PTB era o senador Epitácio Cafeteira (MA), aliado de Sarney. O secretário de Comunicação do governo do Maranhão, Sérgio Macedo, afirmou ontem ao Estado que Isabella devolverá aos cofres públicos o dinheiro ganho do Senado desde que saiu do País, no início do ano. "Antes de sair ela deixou pronto o pedido de demissão, mas por alguma falha técnica isso não foi processado", afirmou Macedo.Cafeteira disse que nunca deu falta de Isabella. "Não sou fiscal de funcionário." Afirmou ainda que nomeou a arquiteta a pedido de um amigo, Eduardo Lago. "Ele é tio dela e me pediu que nomeasse, mas esqueceu de avisar que ela tinha conseguido uma bolsa de estudos na Espanha", declarou o senador ao Estado.Sarney abrigou ainda um neto no Senado. João Fernando Michels Gonçalves Sarney, de 22 anos, ocupou por um ano e oito meses, no gabionete de Epitácio Cafeteira, o cargo de secretário parlamentar, função que dá direito a salário mensal de R$ 7,6 mil. A história só se tornou conhecida graças à revelação dos atos secretos pelo Estado.O rapaz foi demitido secretamente para não atrair os holofotes quando o Senado se via obrigado a cumprir a súmula antinepotista imposta pelo Supremo Tribunal Federal. No entanto, a vaga aberta com a saída do neto de Sarney foi preenchida pela mãe do próprio João.

Parente de genro de Sarney na Espanha recebe do SenadoIsabella Murad Cabral Alves dos Santos, 25 anos, vive desde o início do ano em Barcelona e estav

terça-feira, 16 de junho de 2009

DEFESA CIVIL DE IMPERATRIZ E CORPO DE BOMBEIRO INICIA CURSO DOS SALVA VIDAS DAS PRAIAS DO CACAU E DO MEIO


Começou na Ultima Segunda Feira (15) o curso de salva vidas para atuarem nas praias do meio e cacauzinho, o curso será ministrado pelo corpo de bombeiro, coordenado pelo Capitão Magno, terá uma duração de 15 dias. A Defesa Civil Municipal acompanhará todo curso, priorizando assim a segurança dos frequentadores das praias.

ARRAIA DO CONJUNTO PLANALTO FOI UM SUCESSO


Buscando sempre otimizar o intreterdimento saudavel entre os moradores do conjunto planalto I e II, a Associação de Moradores promoveu juntamente com seus parceiros uma festa no ultimo dia 13 (sabado) qual ficou na mente e no coração dos participantes, segundo uma das organizadora da festa, Ocilene Sousa membra da Associação e moradora da comunidade, foi uma alegria geral participar e organizar um lazer deste nivel pra sua comunidade, onde agradeceu ao apoio dos parceiros e principalmente da entidade liderada pelo Chico do Planalto.


quinta-feira, 4 de junho de 2009

PREFEITO É CASSADO POR ABUSO DO PODER


JOÃO LISBOA - O professor Jairo Madeira (PSDB), segundo colocado nas eleições municipais de 2008, foi diplomado no início da manhã desta quinta-feira (4) como prefeito de João Lisboa. Ele foi diplomado e recebe oficialmente o comando do município ainda agora pela manhã depois que o prefeito Emiliano Menezes(PDT) teve o mandato cassado pela Justiça Eleitoral no município pela acusação de abuso do poder econômico, caixa dois e uso irregular de concessão pública de ônibus durante a campanha eleitoral em que havia sido reeleito.
O julgamento da ação movida pelo Ministério Público Eleitoral aconteceu ontem durante todo o dia sendo que o juiz Flávio Roberto proferiu a sentença fim da tarde. Emiliano Menezes ainda pode recorrer, providencia que já teria sido adotada por seus advogados. A diferença nesse caso é que Emiliano terá que aguardar o resultado dessa apelação fora do cargo.
Jairo Madeira foi diplomado prefeito por volta das 8h15 desta manhã no Fórum de Justiça da cidade em solenidade presidida pela chefe do cartório eleitoral da 58ª Zona Eleitoral, Liliane Lopes Melo. Estiveram presentes ainda o sargento da PM, Castro,um oficial de Justiça da Comarca, familiares, amigos e correligionários de Jairo Madeira.
O novo prefeito assume por volta das 9h30 o comando da prefeitura, para onde foi logo após a diplomação. Emissários do prefeito cassado Emiliano Menezes adiantaram que ele não comparecerá na solenidade de transmissão de cargo.

terça-feira, 2 de junho de 2009

AÇÃO SOCIAL É DEVER DE TODOS


No Governo Madeira, temos visto uma ação diferenciada aos menos favorecidos da nossa Imperatriz, para alguns que não fazem nada por essa cidade, que apenas buscam criticar quem faz e invejar terrivelmente as pessoas, fazem uma avaliação totalmente equivocada, estou mi referindo as destribuição de cestas basicas. A Defesa Civil que é sob nosso comando tem feito um trabalho possitivo em nossa cidade, e graças a DEUS tenho recebido muitos elógios e reconhecimentos, quanto aos poucos criticos que existem, mi reporto aos mesmo dizendo, cuidado com suas inveja doentio, cuidem de fazer algo proveitoso, pois apenas isso que DEUS quer de nós seres humanos, ainda relato aqui, o Prefito Madeira vai fazer por essa cidade o que outras administrações passadas não tiveram coragem de fazer.