Ocorreu um erro neste gadget

domingo, 5 de dezembro de 2010

RELATOR DO ORÇAMENTO DESTINOU VERBA A ENTIDADES FANTASMAS, DIZ JORNAL.

O relator do Orçamento da União, senador Gim Argello (PTB-DF) teria destinado parte de suas emendas individuais para entidades fantasmas, segundo reportagem publicada pelo jornal "O Estado de S.Paulo" na edição deste domingo (5). De acordo com o jornal, ao menos R$ 1,4 milhões teriam sido encaminhados a institutos fantasmas por meio de emendas do senador.

A assessoria do parlamentar afimou que ele estava viajando. Ao jornal, Argello afirmou que apesar de destinar recursos aos institutos, não costuma "conhecê-los de perto". Segundo ele, o acompanhamento de recursos públicos é feitos "pelos órgãos competentes".

De acordo com a denúncia, pelo menos R$ 3 milhões dos cofres públicos teriam parado nas contas de um jardineiro e de um mecânico, usados como laranjas no esquema de corrupção. Segundo a reportagem, os institutos fantasmas que receberam os recursos repassam o dinheiro para empresas também fantasmas, por meio de contratos superfaturados. Destes valores, quase metade teria chegado à conta das entidades fantasmas por meio de emendas do senador.