Ocorreu um erro neste gadget

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

ERENICE BRAÇO DIREITO DE DILMA AMBAS DO PT AFIRMA À PF QUE SE REUNIU COM PIVÔ DE DENÚNCIAS

A ex-ministra da Casa Civil Erenice Guerra afirmou nesta segunda-feira (25), em depoimento à Polícia Federal, em Brasília, que participou de uma reunião com representante da empresa EDRB. Em setembro, o ministério informou que ela não havia participado.

A empresa tentava um empréstimo de R$ 9 bilhões do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) supostamente por intermédio de Israel Guerra, filho da ex-ministra. Segundo o consultor Rubnei Quícoli, que tratou do negócio, Israel queria 6% do valor da liberação a título de “taxa de sucesso”. O BNDES, no entanto, negou o financiamento.

Quícoli foi um dos responsáveis pela denúncia sobre o suposto esquema de tráfico de influência na Casa Civil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário