Ocorreu um erro neste gadget

segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

MADEIRA: “O MARANHÃO PERDEU UM GRANDE POLÍTICO”

Prefeito lamentou a morte do ex-governador José de Ribamar Fiquene, e decretou luto oficial por três dias em Imperatriz
O prefeito Sebastião Torres Madeira lamentou ontem a morte do ex-governador, ex-senador e ex-prefeito de Imperatriz, José de Ribamar Fiquene. Ele morreu domingo (1º) vítima de câncer. “Fiquene enriqueceu o Maranhão, especialmente em Imperatriz, cidade onde viveu grande parte de sua vida”, reconhece.
Madeira assinala que a morte do ex-governador Fiquene deixa uma grande lacuna entre os amigos, familiares e a população maranhense, especialmente os imperatrizenses. “Milhares e milhares de pessoas em Imperatriz se beneficiaram da ação do doutor Fiquene, principalmente como educador”, frisa.
O prefeito ressaltou ainda que o “mestre Fiquene”, como era carinhosamente chamado, compôs o hino de Imperatriz. “Nós prestamos nossas homenagens ao doutor Fiquene pela sua luta e o que representa para Imperatriz”, disse.
Madeira informou ainda que a Prefeitura de Imperatriz declarou luto oficial por três dias na cidade, em memória ao ex-governador e ex-prefeito José de Ribamar Fiquene. “Tenho certeza que ao longo do tempo muitas homenagens virão em memória do doutor Fiquene. Queremos deixar uma palavra de carinho e solidariedade a sua esposa, Zenira Fiquene, companheira de todas as horas, seus filhos e aos amigos”, finalizou.
Histórico – Fiquene, juiz de Direito aposentado, escritor, professor, músico e político foi prefeito de Imperatriz (1983 a 1989), governador do Maranhão (1994-1995), e senador durante três meses. Fiquene também era poeta, escreveu livros e foi o autor da letra e música do hino de Imperatriz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário