Ocorreu um erro neste gadget

terça-feira, 29 de janeiro de 2013

Polícia não descarta responsabilizar prefeitura e bombeiros pela tragédia que matou 231 jovens em Santa Maria

SANTA MARIA — O delegado regional de Santa Maria, Marcelo Arigony, disse nesta terça-feira que a boate Kiss, atingida pelo incêndio que matou 231 jovens no último domingo, não tinha condições para estar funcionando. Segundo Arigony, agentes públicos podem ser responsabilizados pela tragédia.

— Temos diversos indicativos de que a casa não poderia estar funcionando. Se a casa estivesse regular, não teria ocorrido a morte de mais de 230 pessoas ali dentro — disse o delegado.

Arigony citou, entre os indicativos, a porta estreita e a lotação da casa. As suspeitas de irregularidades precisam ainda, segundo ele, serem corroboradas pela perícia. Segundo o delegado, bombeiros e prefeitura podem ser culpados pela tragédia.

— Haverá (ao final do inquérito) responsabilização de quem tiver que ser responsabilizado, independentemente de que instituição seja.

Nenhum comentário:

Postar um comentário