Ocorreu um erro neste gadget

segunda-feira, 26 de agosto de 2013

COORDENAÇÃO DO PERÍODO DE VERENAEIO AFIRMA QUE PELO QUARTO FINAL DE SEMANA NA GRAÇA DE DEUS, TUDO OCORRE NA PAZ

AS ÁGUAS DO RIO TOCANTINS ATÉ O DIA DE ONTEM PERMANECIAM ESTÁVEIS.


A coordenação do período do veraneio informa que uma grande movimentação de banhistas aconteceu nas praias do Cacau e do Meio. A programação teve início no sábado (24), com o concurso de gastronomia de peixe, que está mexendo com a criatividade dos 21 barraqueiros inscritos no concurso.



Na sequência, a Fundação Cultural de Imperatriz (FCI), por intermédio do coordenador Axel Carlos Brito, comandou o Cacau Pop Rock que está atraindo a atenção da juventude.

A Superintendência de Defesa Civil, por sua vez, tem procurado seguir a risca a programação do período do veraneio, conforme afirma o superintendente Francisco das Chagas Silva, o Chico do Planalto. A grande preocupação da Defesa Civil é com a segurança dos banhistas. Para isso 30 guardas vidas se revezam nas praias do Cacau e do Meio.



De acordo com Chico do Planalto a Superintendência de Defesa Civil enviou ofício à direção do Consórcio Estreito Energia – CESTE, solicitando o não aumento das vazões  da barragem de Estreito, para que o período de veraneio se estenda por mais tempo. Ele justifica que o veraneio começou no dia 04 de Agosto porque em Julho não havia areia para montagem da estrutura elétrica. 

Um comentário:

  1. XTRACAO ILEGAL DE AREIA REGIAO TOCANTINA
    Os crimes ambientais, e principalmente os de reincidência de exploração ilegal de areia e “seixo” será alvo de fiscalização sistemática na região Tocantina Maranhense. Foi o que informou Sérgio Dâmaso, Superintendente Nacional do DNPM, Departamento Nacional de Produção Mineral, órgão ligado ao ministério das minas e energia, responsável pelo setor de mineração no Brasil,

    Uma força tarefa está sendo planejada pelo DNPM. Departamento Nacional de Produção Mineral, em parceria com a PROMOTORIA PÚBLICA FEDERAL E ESTADUAL, IBAMA, EXERCITO BRASILEIRO, POLICIA FEDERAL, E SEMA, Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais do Estado do Maranhão, que juntos, irão coibir de uma vez por todas, as práticas de extração ilegal de areia e “seixo”, e colocar todos os criminosos na cadeia.

    As localidades onde os crimes ambientais vem acontecendo com maior frequência na região Tocantina, são Imperatriz, Cidelândia, Itinga do Maranhão, Porto Franco, Estreito, Ribamar Fiquene, Açailândia, E Distrito de Curvelândia no município de Vila Nova dos Martírios. Essas localidades a muito tempo vem sendo “vigiadas” eletronicamente pelo serviço de monitoramento por satélite do DNPM.

    O DNPM, vem constatando sistematicamente a pratica de crimes ambientais nas cidades aqui relacionadas, sendo elas as que mais desrespeita as leis ambientais em todo Maranhão. Pra se ter uma ideia da situação, até a reserva extrativista do siríaco no município de Cidelândia-MA, vem sendo destruída pelas mineradoras que operam de forma ilegal.

    O diretor do DNPM alerta a todos os empresários do setor, que um simples protocolo de documentos, ou alvará de pesquisa emitido nos órgãos ambientais competente no caso DNPM e SEMA, não dar nenhum direito de exploração de uma referida área, o que realmente dará direito a exploração mineral, é as licenças obtida tanto pelo DNPM, assim como pela SEMA, secretaria de estado de meio ambiente.

    Fechando o cerco contra esses criminosos, a Polícia Federal prendeu recentemente (03) empresários que extraia areia de forma ilegal no rio Tocantins em Imperatriz-MA.

    No ultimo sábado 24/08, a Policia Federal prendeu por crime de reincidência o empresário Erik Pimentel Rocha, da cidade de Itinga do Maranhão, o mesmo vinha extraindo areia de forma ilegal no Rio ITINGA, como Erik já havia sido alertado anteriormente pelo crime praticado, dessa vez não houve desculpa, e o mesmo foi preso e teve todos os seus maquinários apreendido e encaminhado para a Justiça Federal em Brasília.

    “Temos que tomar providencias enérgicas contra essas quadrilhas que vem se apropriando de forma irregular dos recursos naturais, e o que é pior, destruindo o meio ambiente”. Foi o que disse o chefe de fiscalização do DNPM, departamento Nacional de Produção Mineral.

    BNC Tocantina
    http://neutoncesar.blogspot.com.br/2013/08/extracao-ilegal-de-areia-regiao.html

    ResponderExcluir