Ocorreu um erro neste gadget

sábado, 8 de fevereiro de 2014

OBRAS IRREGULARES SERÃO FISCALIZADAS COM RIGOR PELA PREFEITURA (Diversas construções estão sendo embargadas pela Sepluma a pedido da Defesa Civil)

 “Imperatriz é uma cidade que cresce e se desenvolve a cada dia, razão porque a administração municipal não pode mais permitir o que se considera um desrespeito ao Código de Postura do Município”. A afirmação é do coordenador municipal de Defesa Civil, Francisco das chagas Silva, o Chico do Planalto.

 De acordo com Chico do Planalto, entre esses desre
speitos ele destaca a invasão dos considerados espaços públicos, bem como, as construções irregulares que são vistas constantemente por toda a cidade, no centro comercial, nos bairros periféricos. “Elas estão também nas margens e até mesmo no leito dos riachos”, observa.

 O coordenador de Defesa Civil esclarece que, a fiscalização desse tipo de ação é de responsabilidade da Secretaria Municipal de Planejamento Urbano e Meio Ambiente – Sepluma, mas ressalta que, como parceira, a Defesa Civil tem capacidade para identificar o problema e encaminhá-lo para o órgão competente, a Sepluma.

 Ele entende que todos os órgãos da administração municipal quando trabalham irmanados, ou em parceria, quem se beneficia é a população imperatrizense, que cobra da municipalidade ações no sentido de transformar a cidade, buscando as constantes melhorias, nos serviços básicos e essenciais à comunidade em geral.

 Chico do Planalto cita o exemplo de uma obra no centro comercial – Avenida Getúlio Vargas – que foi embargada pela Sepluma, por solicitação da Superintendência Municipal de Defesa Civil. “Isso se deu com um relatório todo bem elaborado, com metragem da invasão na rua e fotos”, afirma o coordenador, que tem sido alvo de elogios por suas decisões.
Sobre o assunto acrescenta que, “o senhor proprietário da obra jamais mostrou qualquer documento da área de sua propriedade. Esses papéis os quais ele mostra não são documentos comprobatórios da legalidade, apenas nos lábios conseguiu burlar e levar a frente esse erro”, afirma Chico do Planalto acrescentando, ele vai ter que rever o erro e assumir o prejuízo. 



O coordenador de Defesa Civil diz confiar no trabalho do atual titular da Sepluma, engenheiro/advogado, Richard Seba Caldas. Chico do Planalto garante que este reunido com para tratar especificamente desse assunto. “O parecer Jurídico não deixou dúvidas, que a obra foi alavancada de forma imoral e ilegal”, conclui o coordenador de Defesa Civil no Município. (Domingos Cezar/ASCOM) 

Nenhum comentário:

Postar um comentário