Ocorreu um erro neste gadget

terça-feira, 8 de abril de 2014

FAMÍLIAS VOLTAM A FREQUENTAR AVENIDA BEIRA RIO (Fiscalização permanente coíbe som automotivo, ocupação irregular do passeio público e disciplina o estacionamento de veículos)

O superintendente municipal da Defesa Civil, Francisco das Chagas Silva, destacou nessa segunda-feira (7) durante entrevista à reportagem o trabalho de fiscalização realizado em parceria com a Secretaria de Planejamento Urbano e Meio Ambiente (Sepluma).
“Nós iniciamos esse trabalho pela Avenida Beira-rio, em cumprimento a recomendação do Ministério Público, na pessoa do promotor de Justiça, Jadilson Cirqueira”, justificou, ao enfatizar que o logradouro, considerado a maior área pública da cidade, começa a ganhar um formato familiar.


Ele conta que a fiscalização tem sido realizada não somente na área do comércio informal, como também no setor das peixarias, desobstruindo calçadas que vinham sendo ocupadas parcialmente com mesas e cadeiras, dificultando o passeio público.

Chico do Planalto reitera que bares, lanchonetes e similares que ficam próximo a Beira-rio também estão sendo orientados a cumprir o que determina a recomendação do Ministério Público do Maranhão e do Código de Posturas de Imperatriz. “O próximo passo será fiscalizar o eixo central da praça, disciplinando-os”, afirma.

O internauta Adão Macário reconhece que a “beira-rio era um local destinado ao lazer coletivo das famílias imperatrizenses, inclusive com centenas de crianças brincando de patins e famílias inteiras se confraternizando e compartilhando bons momentos”.

“Com o tempo muita coisa mudou: vieram os carnavais, sons automotivos e bares, sendo que, aos poucos o ambiente se tornou inoportuno para o lazer familiar, mas a atitude da atual gestão em resgatar a principal finalidade para a qual foi criada é louvável”, enfatiza ele, que parabenizou o governo Madeira pela coragem, embora reconheça que “não é fácil realizar esse trabalho de resgate do espaço público da Beira-rio”.

Maria Joanna elogia o trabalho do município e diz que “agora sim poderemos caminhar sem topar nas cadeiras e mesas”. Também compartilha do mesmo pensamento o internauta Carlos Henrique. “Muito bom. As peixarias já não atraem tantas pessoas há um tempo”, acrescenta.

O superintendente da Defesa Civil argumenta que o trabalho de fiscalização é permanente, sendo intensificado durante os finais de semana (sexta a domingo) para evitar que vendedores ambulantes, donos bares e restaurantes cometam infrações em toda área da Avenida Beira-rio. [Gil Carvalho]

Nenhum comentário:

Postar um comentário