Ocorreu um erro neste gadget

sábado, 4 de setembro de 2010

ROTOR DA USINA DE ESTREITO



O Consórcio Estreito Energia (Ceste) instalou na sexta-feira (6/8) o rotor da primeira unidade geradora da hidrelétrica de Estreito (MA/TO), de 1.087 MW. Com investimentos de R$ 3,9 bilhões, a usina está prevista para entrar em operação comercial em janeiro de 2011.

Com 15 m de altura, o rotor pesa cerca de 500 t e possui 10 m de diâmetro. O componente foi transportado por rodovia até o local da obra, no rio Tocantins. O fornecimento dos equipamentos eletromecânicos é feito pela Voith Hydro e Alstom. Ao todo são oito turbinas do tipo Kaplan, de 135 MW cada.

“A descida do rotor é uma etapa importante que foi vencida. Estamos agora superando os caminhos críticos para poder fechar o reservatório em outubro e colocar o equipamento em pré-operação”, conta o presidente do Ceste, José Renato Ponte.

Para realizar o enchimento do reservatório, de 400 km², o consórcio necessita da licença de operação do Ibama. Para isso, ainda é preciso concluir o remanejamento da população afetada. Resta realocar ainda 80 famílias. Ao todo, o empreendimento necessitou do remanejamento de 2,1 mil famílias.

Segundo Ponte, as obras estão 80% concluídas. Cerca de 80% da barragem está construída, alcançando um nível que já possibilita o enchimento do lago da usina. Ainda este ano, os empreendedores esperam descer o rotor da segunda máquina da hidrelétrica. Cerca de 10 mil pessoas estão trabalhando na obra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário