Ocorreu um erro neste gadget

sábado, 23 de julho de 2011

Defesa Civil e Corpo de Bombeiros mantêm esperanças de liberar praias


O prefeito de Imperatriz, Sebastião Madeira; o coordenador da Defesa Civil do Município, Francisco das Chagas Silva, o Chico do Planalto; o secretário municipal de planejamento urbano e meio ambiente (Sepluma), Enéas Rocha; o promotor do meio ambiente, Jadílson Cerqueira e representantes do Corpo de Bombeiros visitaram, na última quinta-feira (21) as praias do Cacau e do Meio para analisar a possibilidade de instalação da estrutura de segurança nos dois locais. O município já providenciou todos os itens necessários para a liberação das praias aos banhistas, mas o nível das águas do rio Tocantins ainda está acima do ideal.
O nível do rio Tocantins baixou, mas ainda não o suficiente para dar início ao período de veraneio. Mesmo assim, preocupado com a segurança dos banhistas que insistem em frequentar o local, o município já estuda a possibilidade de instalar a estrutura por etapas. Tudo depende do comportamento do rio na próxima semana.
Segundo Chico do Planalto, hoje (23) e amanhã equipes da Defesa Civil e do Corpo de Bombeiros estarão, alternadamente, nas duas praias orientando os banhistas sobre os cuidados preventivos para se minimizar os riscos de acidentes. Na próxima semana, no entanto, começa o trabalho para viabilizar a instalação da estrutura de segurança. “No sábado e no domingo estaremos apenas orientando as pessoas. A partir de segunda vamos voltar a medir o nível do rio e, a depender do resultado, vamos iniciar a instalação da estrutura”, disse o coordenador.
Chico do Planalto explicou, ainda, que o trabalho será gradual. Se o nível do rio permitir, o município irá instalar os banheiros químicos e a coleta de lixo no local, além da disponibilização dos guarda-vidas. Palco, estrutura de som e energia dificilmente serão instalados neste momento primeiro momento, pois ainda não há área para esta parte.
Preocupação conjunta
Chico do Planalto lembrou que a preocupação não é apenas dele ou do Corpo de Bombeiros. Todos os órgãos competentes estão envolvidos neste processo. “O Dr. Jadílson [Cerqueira] demonstrou preocupação. Ele pediu que façamos tudo com a maior cautela possível, para evitar a perda de vidas”, disse.
A preocupação do prefeito, Sebastião Madeira, também é constante, por isso, ele se apressou em iniciar o processo licitatório para a aquisição dos materias de segurança que seriam usados na praia e que, até o momento, não foi possível instalar. A ideia é utilizar tais itens de segurança, tão logo o nível do rio baixe.

2 comentários: