Ocorreu um erro neste gadget

domingo, 17 de junho de 2012

GESSE SIMÃO PRESIDENTE DO PRB DE IMPERATRIZ CONTINUA AFASTADO DA PRESIDENCIA DA COOMIGASP, ACUSADO DE LAVAGEM DE DINHEIRO E FORMAÇÃO DE QUADRILHA

Apesar de tanto dinheiro que até o mês passado estava passando pelas contas pessoais dos próprios diretores e ate de segurança do presidente afastado Gesse Simão, o que levou à abertura de processo na justiça envolvendo a direção da cooperativa em crimes de lavagem de dinheiro e formação de quadrilha, ainda assim a cooperativa está atolada em dívidas e deve só na praça de Curionópolis mais de R$ 4 milhões.

Os aluguéis do prédio em que a cooperativa se encontra instalada estão atrasados. Os mais de R$ 200 mil, frutos das contribuições mensais pagas pela já espoliada sociedade garimpeira, viram pó nos bolsos da diretoria. “A Coomigasp é um grande saco furado cujo dinheiro vasa e ninguém sabe pra onde”, diz Vitor Albarado, membro do Conselho deliberativo, ao protocolar o seu libelo acusatório no Ministério Publico Estadual do Pará e ao Ministério Publico Federal, ação que contribuiu para o afastamento de Gesse do comando da presidência da cooperativa pela justiça de Curionópolis.

A partir da próxima semana o cerco começa a se fechar, caso não haja uma decisão definitiva pelo Conselho Fiscal da Coomigasp, a ultima esperança da sociedade garimpeira.

Gesse Simão presidente municipal do PRB e Deputado Federal Cleber Verde presidente regional do PRB 

2 comentários:

  1. Cadê o papai Lobão que ainda não reconduziu seu filhinho Gessé ao cargo?

    ResponderExcluir
  2. EITA JUSTIÇA LENTA CREDO!!!!! ESTE TAL DE GESSÉ JA DEVERIA ESTAR E PRESO E SEM REGALIAS VIU???VAMOS VER SE TUDO AINDA ACABA EM PIZZA, COMO EM ALGUNS CASOS POR AI.....SE NÃO SE FAZ JUSTIÇA...INCENTIVA OS PRÓXIMOS A ROUBAR DO POVO....

    ResponderExcluir