Ocorreu um erro neste gadget

sexta-feira, 13 de julho de 2012

Defesa Civil apresenta estratégias de segurança para as praias do Cacau e do Meio "Expectativa de abertura oficial é para o dia 22, mas depende da oscilação do rio"

Na manhã de ontem (13), representantes da Defesa Civil, do Corpo de Bombeiros, da Secretaria Municipal de Trânsito (Setran), do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e da Associação de Barraqueiros da Praia do Cacau discutiram a abertura oficial das praias de Imperatriz em 2012. Foram apresentadas orientações de segurança e a realidade do rio Tocantins atualmente. A reunião contou com a presença do presidente da Câmara Municipal, Hamilton Miranda.

De acordo com o coordenador da Defesa Civil de Imperatriz, Francisco das Chagas Silva, o Chico do Planalto, a reunião serviu para mostrar aos demais órgãos que contribuem com a segurança das praias a realidade do rio Tocantins. “Fizemos a reunião para que todos saibam da nova realidade que estamos vivendo com o rio Tocantins, com o sobe e desce das águas. Mostramos o gráfico mostrando como era a oscilação do rio no ano passado e como é este ano”, explicou ele.

Devido às constantes oscilações do nível do rio Tocantins, ainda não foi possível determinar a data de abertura das praias do Cacau e do Meio. Chico do Planalto, no entanto, explica que a expectativa é que isso aconteça no próximo dia 22. “A previsão é dia 22 mas, no ritmo que o rio esta, ele pode atrapalhar. Na próxima segunda-feira (16), irei com os técnicos fazer uma vistoria. Se os eles [técnicos] disserem que já dá para colocar a iluminação, nós vamos partir para o início. Mas vamos fazer isso com toda segurança. Ainda não batemos o martelo. Dia 22 é uma previsão”, afirmou.

A Prefeitura já adiantou as licitações necessárias para dar estrutura às praias de Imperatriz. Estão incluídos os banheiros químicos, material de limpeza, iluminação, demarcação da área, guarda-vidas e outros.

Barraqueiros

Os barraqueiros saíram satisfeitos da reunião. De acordo com Maria do Socorro, que mantém uma barraca na praia do Cacau, a classe foi beneficiada pela estrutura oferecida pela Prefeitura. “Só nos falaram coisas boas. O projeto do poder público é excelente. A nós, como barraqueiros, só resta seguir a risca, porque, para nós, só é coisa boa. Não tem um projeto ruim, é só projeto bom”, disse ela.

Segundo ela, os barraqueiros terão o mesmo interesse e disposição para atender bem o público. “Como sempre, [estamos] com vontade de trabalhar. Eles [Defesa Civil] disseram que as licitações já estão todas prontas para dar segurança. Quando for autorizada a abertura, o banhista pode ir tranqüilo, porque vai ter segurança de Bombeiros, Defesa Civil, Guarda-Vidas, Samu, vai ter tudo”, garantiu.

A preocupação da Defesa Civil não é, apenas, com a segurança dos banhistas. Chico do Planalto garante que a presença dos barraqueiros no local também os torna vulneráveis e, portanto, também devem ter segurança para trabalhar. “Esperamos a compreensão dos barraqueiros. A nossa preocupação é com a vida do banhista e com a deles [barraqueiros], que também correm risco”, disse.

Também pensando na segurança, a Setran vai manter uma equipe no local, posicionada logo na entrada da praia do Cacau. Eles estarão no local aos sábados, domingos e feriados, a partir das 7h30. Deste horário até as 9h, apenas os barraqueiros poderão entrar com veículos no local, para transporte de material de trabalho. A partir das 9h a acesso será fechado. (Comunicação)

Nenhum comentário:

Postar um comentário