Ocorreu um erro neste gadget

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

PREFEITO MADEIRA SOFRE PERSEGUIÇÕES


Estranhamente, menos de uma semana depois de o prefeito de Imperatriz Sebastião Madeira (PSDB) ter tido uma audiência com a governadora Roseana Sarney (PMDB) para discutir questões relativas a parcerias do Estado com o município, entendido por muitos blogueiros e analistas políticos como sinal de aproximação, o suplente de deputado Chiquinho Escórcio (PMDB), inimigo declarado de Madeira “ dispara” para as redações de jornais e blogues de todo o Maranhão, informações requentadas sobre o assassinato do engenheiro José Henrique Carvalho Paiva, morto a golpes de facas e pedradas, anos atrás, numa pedreira próxima “ao morro da Embratel”, em Imperatriz.

O caso foi investigado pelo delegado Andrade, que concluiu o inquérito apontando em seu relatório, os envolvidos no crime, inclusive o autor do assassinato, que na ocasião da prisão confessou tê-lo feito para roubar.

O homem que confessou, com riqueza de detalhes, ter matado o engenheiro, trabalhava como caseiro na casa do pecuarista José Maranhão, assassinado no ultimo domingo com cinco tiros na porta de cas, no município de Davinópolis.

Aproveitando o assassinato de Maranhão, nas sombras, Chiquinho Escórcio, de forma leviana, tenta agora com ajuda de “amigos jornalistas” requentar o “ Caso José Henrique” querendo fazer uma conexão entre os dois crimes, não sabendo ele que a Policia Civil já possui duas linhas de investigações: uma, leva o crime, a conflitos de terra na região da baixada maranhense ( já rendeu mais de dez morte, desde os anos 70); a outra vertente , ligaria o homicídio à morte, sob encomenda, de um conhecido fazendeiro da região , ocorrida anos atrás.


PERSEGUIÇÃO IMPLACÁVEL CONTRA MADEIRA.

Há muito tempo que Escorcio faz uma perseguição implacável contra Sebastião Madeira. Tudo teve início no plenário da Câmara quando Madeira negou um aparte a Chiquinho, na época ocupando uma suplência e ele não gostou. Foi ele quem pagou (há provas) as passagens áreas para que José Henrique fosse até Brasília para fazer denuncias, não comprovadas contra o então deputado Madeira. Tão infundadas que foram arquivadas.

Não conformado usando de toda sua influência em Brasília, Chiquinho Escórcio conseguiu pautar as supostas denúncias na secretaria de redação do Correio Brasiliense que escalou o premiado jornalista Lúcio Vaz que esteve em todos os municípios aonde Madeira tinha posto emendas parlamentares.

O jornalista passou mais de duas semanas pesquisando, vendo documentos, entrevistando prefeitos dos municípios beneficiados pelas emendas ( alguns até adversários de Madeira). No final, a matéria publicada pelo conceito jornal, acabou sendo favorável ao então deputado Madeira, já que não foi encontrado nada que desse substância às denuncias feitas pelo engenheiro tuteladas por Escórcio.

Desde ontem que Chiquinho Escórcio liga para blogueiros, radialistas, e apresentadores de TV de Imperatriz instando-os “entrarem no caso” com o objetivo claro de atingir e desgastar o prefeito de Imperatriz.

Por enquanto , poucos foram na onda dele, mas ele continua insistindo.

2 comentários:

  1. http://a-lapada.blogspot.com/ visitem

    ResponderExcluir
  2. Quem não sabe que José Henriquw ( que Deus o tenha),era um caloteiro na cidade, pois o mesmo devia várias pessoas e ainda debochava das mesmas dizendo que nao ia pagá-las, o mesmo chegou a denunciar um colega de trabalho por agiotagem.Agora vem esse Chiquinho sem escrupulos querer manhchar o nome de uma pessoa íntegra como é o prefeito Madeira.
    Me compre um bode Chiquinho Escroto.

    ResponderExcluir